Marketing ambiental: não aproveitaram o Dia da Terra

Ontem foi o 40º Dia da Terra, data instituída pelo senador estadunidense Gaylord Nelson quando este convocou  o primeiro protesto nacional contra a poluição. Desde então, o dia 22 de abril é a data perfeita para protestos, manifestos, passeatas e também para ações mercadológicas ligadas ao meio ambiente. O marketing ambiental pode e deve aproveitar esse dia para ligar as empresas à causa ecológica. Mas você notou alguma organização brasileira fazer isso este ano?

Peraí, primeiro explica o que é marketing ambiental

O site AmbienteBrasil explica isso melhor que eu:

Trata-se de uma ferramenta capaz de projetar e sustentar a imagem da empresa, difundindo-a com uma nova visão de mercado, destacando sua diferenciação ecologicamente correta junto à sociedade, fornecedores, funcionários e ao mercado…  Extrapola a mera publicidade ou divulgação dos produtos ou serviços oferecidos por empresas que querem veicular na mídia e no meio profissional ou para o consumidor a aplicação de métodos ambientalmente corretos aplicados ao seu gerenciamento interno ou na produção ou prestação de serviços.

O Marketing Ambiental também é chamado de Marketing Verde, Ecologicamente Correto ou Ecomarketing.

Dia da Terra poderia unir meio ambiente e marketing

Os consumidores da atualidade estão dando cada vez mais importância às empresas ecologicamente corretas e que sabem usar o marketing ambiental. Apesar de no Brasil esse comportamento não ser latente, nos países desenvolvidos o caso é sério, chegando até a ocorrer boicote a produtos que a população entenda que faça mal ao planeta. E para atender a consumidores engajados, nada melhor que uma empresa comprometida com a causa. Sendo assim, o Dia da Terra é a data perfeita para mostrar ao público que a organização se importa com a ecologia e que merece ser preferida em detrimento das que nada fazem pelo mundo, mesmo que a primeira mostre sua sua faceta ecológica apenas uma vez por ano. Como disse um sábio, melhor ser criticado por fazer pouco que se acovardar e não fazer nada.

Responsabilidade ambiental e marketing podem (e devem) andar juntos

Quando se trata de responsabilidade ambiental muita gente encara como uma falsidade que serve unicamente para as empresas aparecerem bem nos holofotes da mídia. Para algumas das empresas que praticam marketing ambiental a intenção é essa mesmo: posar de boazinha. Mas, como eu disse acima, prefiro uma empresa metida a esperta que faz algo que uma organização sincera que não se mexe para nada.

Mesmo com toda desconfiança, existem sim empresas que possuem projetos sérios de responsabilidade ambiental que atendem perfeitamente às duas partes interessadas: o ambiente corporativo e o meio ambiente. Ao passo que produzem ações de marketing ambiental, usam essas ações dentro de seu planejamento de marketing. Isso gera um ciclo virtuoso que acaba entregando mais sustentabilidade ao planeta, e é disso que a gente precisa.

Quero saber mais sobre o Dia da Terra e o Marketing Ambiental

Então aproveite esses links e marque em sua agenda o dia 22 de abril de 2011 um compromisso com o planeta Terra:

Sobre Gabriel Galvão

Administrador habilitado em marketing, consultor de marketing, desenvolvedor de sites e blogs, editor do blog e palestrante.

Comente primeiro

Deixe uma resposta




Marque para ser avisado de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.